(Entre Perênteses)

Leave a Comment
Eu recebi um e-mail triste de um amigo muito querido. Um dos meus melhores amigos. Dizia-se abandonado. Que ele se abandonou quando escolheu a carreira docente. Mais ou menos isso. De qualquer forma, foi muito triste ouvir isso dele, porque eu sempre achei que ele tivesse tesão pela docência. Ou o tanto que se pode ter em um sistema tão falido. <

0 comentários: