Animadores de Circo

1 comment
Em mais um e-mail da coordenação, fiquei pensando em quem é o professor e quem é o aluno neste circo todo. Infelizmente um circo mesmo. Vai lá o e-mail, adaptado:

"Prezados professores, no dia tal do mês tal às tantas horas e tantos minutos teremos uma palestra com o Prof. Dr. Fulano de Tal. Nessa data não haverá aula no primeiro horário e os alunos deverão se dirigir ao Anfiteatro para acompanhar a palestra. Gostaria de contar com a presença de vocês para acompanhar o evento e controlar a freqüência dos alunos, fazendo chamada ao final da palestra."

(... e por entre as linhas...)

Caro professor, favor punir os alunos com falta, caso eles desistam do palestrante ou julgarem a palestra uma perda de tempo.

(... e analisando a situação...)

O circo precisar funcionar. Caro professor, vire quantas cambalhotas quiser; o importante é que você adestre seus alunos!

E viva o pão e circo! O que mais me impressiona é que nem o professor pode ser professor, nem o aluno pode ser aluno:

"Professores, temos um aluno do segundo semestre com distrofia muscular, proibido por indicação médica de realizar prática. Nesse caso (...), solicitem [ao aluno] que acompanhe a aula e faça relatório - o qual deverá ser avaliado. Nesse caso, especificamente, a nota da teoria deverá valer mais do que a prática."

E viva esta suposta democracia do ensino superior!

1 comentários:

Soll disse...

Fernanda, BELO TEXTO. Mais do que real. O ensino superior é um fábrica de diplomas e o gado tem que passar pela porteira para comer o capim. Mesmo que outros pastos sejam melhores, o capim seco deve descer goela abaixo. Controlar frequencia é piada! Temos tantos outros recursos para avaliar, mas nao temos que seguir o que o mestre mandou, mesmo que seja de uma ignorancia lascada! é isso, ainda estamos na pedra lascada e demorará a ser polida! Viva o circo. bjs