Igreja Intelectual

Leave a Comment
Acho que esta é a primeira vez que eu apoio a igreja. Igreja enquanto instituição. Que ela anda falindo mundo afora eu não tenho dúvidas, então, o que se fazer com isso? Quero dizer, com o espaço ocioso destes templos destinados à oração? Boekhandel Selexyz Dominicanen em Maastricht, Holanda, montou uma livraria. Que legal isso de transformar uma igreja em livraria. E não se trata de uma livraria para temas religiosos, de maneira alguma. Livraria tipo Cultura, Fnac, Saraiva e outras. Destas megas, que você pode sentar e ler o livro, e tomar um cafezinho. Um centro de entretenimento intelectual. Isso. Brilhante. Fazer das igrejas centro de entretenimento intelectual. E dos cinemas pornôs. Não seria preciso deixar de passar filme, só encher o espaço ocioso de livros. É que no cinema pornô, menos de 1/3 das cadeiras são ocupadas por visitação. Sobra muito espaço. Bom para livros. E sobram espaços em vários lugares: no estacionamento do supermercado, nos parques, canteiros, cemitérios. É, nos cemitérios, porque até os coveiros têm direito a leitura. E todo o resto, e tudo e todos em todos os lugares, fazer deste país um lugar mais crítico, mais lido, mais pensado e menos enganador. É, falta-nos leitura. E para isso, nada mais justo trocar deus por um bom livro. Tá, vou aliviar, e refazer: nada mais justo tocar deus com um bom livro (para os que ainda acreditam). Minha amiga Solange acha que isso só não vai funcionar se os padres resolverem tirar phd. Daí danou-se.





_____________________

Amiga Solange responde:

Sim. Seria sensacional transformar os templos religiosos em livrarias. Transformar Deus em livro. Ir à igreja "rezar" com os clássicos, com os contemporâneos, com a vanguarda.

Ir ao altar reverenciar Platão, Aristóteles, Cervantes, Machado de Assis, Rubem Alves... Trocar estatuetas de santos milagreiros por obras escritas de fato milagrosas. Trocar a hóstia pelos contos das mil e uma noites. Fazer do confessionário um laboratório de escrita. Trocar cada bolinha do terço pela leitura de um livro inteiro. Redimir os pecados lendo Italo Calvino. Ouvir os sermões de Nietzche, Sartre, Bourdieu... Ajoelhar aos pés de Fernando Pessoa para inspirar o valor do amor. Sim. Seria sensacional transformar os templos religiosos em livrarias. Bibliotecas. Salas de aula.

Mas quando padre começasse a virar mestre, bispo doutor e o papa PHD, as igrejas seriam como as escolas hoje são. Então, danou-se!

0 comentários: