Tempo gugu-dadá

Leave a Comment
Talvez tivesse sido melhor se eu tivesse desistido da pós-graduação antes do tempo. Corrijo: desistido desta pós-graduação gugu-dadá, dá chupeta pro bebê não chorar. Basta eu sair pra qualquer outro instituto ou faculdade dentro da universidade que a coisa muda, embora existam outros centros gugu-dadá. Que o mundo está infantilizado eu não tenho dúvidas, mas me causa dor ver uma pós-graduação assim gugu-dadá do mesmo jeito que me dói saber que existe um programa Super Nanny pra ensinar pais e mães darem um mínimo de atenção aos seus filhos e um mínimo de limites. É coisa só do Brasil? Não, não é. Lá em Portugal 65% da população é analfabeta funcional. E a Africa? A Índia. Os países terminados em ão: Paquistão, Uzbequistão, ão, ão, ão tudo de um jeito inho. Tadinhos. O que sobra do sistema capitalista de um mundo hipotecado. Mas talvez tivesse sido melhor se eu tivesse desistido antes do tempo, para que este tempo gugu-dadá da pós-graduação que está em sobra nem existisse.

0 comentários: